Picciani pode ser novo ministro do Esporte, em eventual governo Temer

O vice-presidente Michel Temer teria sondado o líder do PMDB na Câmara, deputado Leonardo Picciani (RJ), para comandar o Ministério do Esporte caso a presidente Dilma seja afastada. Fontes próximas ao parlamentar asseguram que ele sinalizou a Temer que aceitaria a tarefa. A indicação, porém, ainda não foi finalizada.

Temer destacou o ministro do Esporte como cota do PMDB do Rio de Janeiro. A negociação foi feita, inclusive, com Jorge Picciani, pai do líder do PMDB na Câmara e presidente da Assembleia Legislativa do Estado. A ideia original era indicar o deputado federal licenciado Marco Antônio Cabral para a vaga.

Filho do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, o nome de Marco Antônio , contudo, não agradou alguns membros da bancada do PMDB na Câmara por ele ser “muito novo”.

Gregos e troianos

Ao dar a pasta do Esporte para Picciani, vale lembrar, o atual vice-presidente atende, ao mesmo tempo, a cúpula do PMDB do Rio e a bancada do partido na Câmara dos Deputados.

 Antes de o nome de Picciani começar a ser cogitado, os peemedebistas afirmava que o Ministério do Esporte era apenas da cota do PMDB do Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.