Antônio Fernando Pereira Ribeiro : “O 5G vai ser uma nova revolução”

A partir de 2021, a forma como usamos a tecnologia passará por uma nova revolução com a chegada do 5G, a quinta geração da internet móvel. Esta é a previsão do empreendedor digital Antônio Fernando Ribeiro Pereira. Na prática, a nova internet promete velocidade de download e upload de dados muito mais rápida, cobertura mais ampla e conexões mais estáveis. O 5G também garantirá mais confiabilidade ao uso da internet.

Um download, por exemplo, poderá ser feito com velocidade 10 a 20 vezes maior do que atualmente. Já os vídeos chamados serão mais claras, ágeis e menos irregulares. Também não deverá ter mais nenhuma intercorrência ou problema nos vídeos por streaming.

Atualmente, as redes móveis 4G mais rápidas oferecem, em média, aproximadamente 45Mbps (megabit por segundo), mas a indústria ainda tem esperança de alcançar 1Gbps (gigabit por segundo = 1.000Mbps).

Antônio Fernando Ribeiro Pereira explica que a velocidade de acesso é o exemplo mais simples do alcance do 5G, apenas a ponta do iceberg. “Como permitirá que mais dispositivos acessem a internet móvel ao mesmo tempo, as possibilidades tecnológicas são do tamanho da imaginação de cada um”, explica.

“O 5G é muito mais eficiente em lidar simultaneamente com milhares de dispositivos, de celulares a sensores de equipamentos, câmeras de vídeo e iluminação urbana inteligente”, complementa o empreendedor.

Antônio Fernando Ribeiro Pereira : a ficção foi ultrapassada

Serviços e novas tecnologias, que antes pareciam peça de ficção, estarão disponíveis a todos, em casa, no trabalho, no lazer. Os dispositivos poderão ser interligados e transmitir informações para centrais em tempo real.

Por exemplo, vários drones interligados para diferentes missões, como monitorar o tráfego de veículos, avaliar áreas de incêndios ou em missões de salvamento. As informações coletadas são transmitidas em tempo real para as centrais, que processam essas informações e definem a melhor forma de resolver a situação detectada.

Aparelhos e dispositivos de exercício físico poderão fazer uma avaliação da saúde do usuário, coletando e fornecendo informações das condições físicas do usuário ao educador físico ou médico e alertando em tempo real se houver algum problema ou emergência.

Óculos de velocidade aumentada, realidade virtual móvel, internet das coisas auxiliando dentro de casa ou deixando as cidades mais inteligentes, são algumas das possibilidades do 5G.

Como funciona o 5G

O 5G é uma nova tecnologia de rádio. Existe uma série de novas tecnologias que podem ser aplicadas e os padrões ainda não foram definidos para todos os protocolos 5G. Faixas de frequência mais altas – de 3,5 GHz (giga-hertz) a pelo menos 26 GHz – têm uma capacidade maior, mas como seus comprimentos de onda são menores, significa que seu alcance é mais curto – ou seja, são bloqueados mais facilmente por objetos físicos.

Uma das opções são módulos de antenas de telefonia menores, próximos ao chão, propagando as chamadas “ondas milimétricas” entre um número bem maior de transmissores e receptores. Isso vai permitir uma cobertura mais ampla.

O usuário poderá levar um tempo para notar as mudanças, pois o 5G deve ser usado inicialmente pelas operadoras como uma forma de aumentar a capacidade das redes 4G LTE existentes, garantindo um serviço mais consistente aos clientes. “A tecnologia disponível ao usuário dependerá de qual espectro de radiofrequência a operadora irá usar e dos valores que investirá em novas antenas e transmissores”, comenta Antônio Fernando Ribeiro Pereira.

Embora o 5G esteja prevista no Brasil para 2021, alguns países já estão testando as funcionalidades na nova geração da internet, enquanto outros estão investindo em infraestrutura, testes e licenciamento das operadoras. No Brasil, ainda não há definição da origem (tecnologia) a ser implantada, sendo três os países que ofertam a tecnologia: China (Huawei), Suécia (Ericsson) e Finlândia (Nokia).

“O Brasil é um país com lato potencial tecnológico, não podemos adiar mais essa definição, sob o risco de ficarmos desatualizados em todas as áreas de tecnologia e comunicação”, alerta Antônio Fernando Ribeiro Pereira.

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *