Facção do talibã assume ataque no Paquistão

O grupo do Talibã Jamaat-ul-Ahrar assumiu a autoria do ataque a bomba suicida que matou ao menos 65 pessoas na cidade paquistanesa de Lahore neste domingo (27). Segundo a facção, o alvo do ataque foi a minoria cristã do país, majoritariamente muçulmana.

O alvo foram os cristãos”, destacou um porta-voz do grupo terrorista, Ehsanullah Ehsan. “Nós quisemos mandar essa mensagem para o primeiro-ministro Nawaz Sharif, de que nós entramos em Lahore. Ele pode fazer o que quiser, mas não será capaz de nos parar. Nossos homens-bomba vão continuar com esses ataques”, completou.

Ao longo da última década, os ataques de militantes do Islã no Paquistão  têm se tornado frequentes. Os cristãos acusam o governo do país de se esforçar pouco para protegê-los.

Entenda

Segundo testemunhas, após a explosão, ainda pela manhã, era possível ver 
partes de corpos espalhadas pelo estacionamento. Vale ressaltar que parque estava particularmente movimentado no domingo (27), devido ao feriado da Páscoa.

“A maioria dos mortos e feridos eram mulheres e crianças”, salientou o superintendente de polícia da região onde fica o parque, Mustansar Feroz.

Em 2014, o Paquistão lançou uma ofensiva contra o Talibã e combatentes jihadistas aliados, que encontrassem esconderijos no país para lançar ataques contra o próprio Paquistão ou o Afeganistão.

O Paquistão, nação com 190 milhões de pessoas, é refém da insurgência Talibã, gangues criminosas e violência sectária. Punjab é a maior e mais rica província da região.

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *