Pesquisadores chineses utilizam animais para prever terremotos

Assim como aconteceu no Tsunami que atingiu a Indonésia, os cientistas chineses perceberam que os animais são os primeiros a notar abalos na Terra. Por isso, agora, no leste da China, os sismólogos montaram um centro de observação em um zoológico da região, observar o comportamento dos bichos. A ideia é investigar se eles podem, de fato, prever terremotos e outras catástrofes.

No distrito de Yuhuatai, ao redor de um parque foram colocadas câmeras que observam o comportamento de 200 porcos, 2000 galinhas e 2Km² de tanques de peixes. Duas vezes por dia, os funcionários do local enviam os dados coletados aos sismólogos para que eles estudem o comportamento dos animais diante de qualquer alteração que ocorre na natureza.

Mas isso não quer dizer que uma mudança repentina no comportamento de um animal, necessariamente vai acontecer antes de um terremoto. É preciso que haja manifestações cruzadas.

“Às vezes, os animais ficam estressados antes de um terremoto”, diz Zhao Bing, diretor de monitoramento científico do Escritório Sismológico de Nanjing.

“Os pássaros, por exemplo, ficam nervosos ─ se eles começarem a abanar as paineiras, tal como cachorros abanam os rabos, é sinal de que devemos nos preocupar”, afirmou Zhijun à imprensa local.

Em 2011, uma colônia de sapos abandonou um charco na idade italiana de L’Aquila antes que um terremoto de magnitude 6.3 invadisse o local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.