Sudão do Sul deixa soldado estuprar mulheres e crianças como salário, diz ONU

O governo sul-sudanês estaria autorizando forças de segurança a cometer abusos em massa, incluindo violência sexual e assassinatos. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), cm cinco meses, foram registrados mais 1,3 mil estupros em apenas um dos dez estados do país.

Um relatório da ONU mostra que militares das forças de segurança do Sudão do Sul foram autorizados a violentar mulheres como forma de pagamento. O documento, publicado na sexta-feira (11), denunciou ainda crimes brutais cometidos contra crianças e deficientes, que estariam sendo queimados vivos.

“Trata-se de uma situação de direitos humanos entre as mais horríveis no mundo, com uma utilização em massa de violações como instrumento de terror e como arma de guerra”, salientou o alto comissário das Nações Unidas para Direitos Humanos, Zeid Ra’ad al-Hussein.

Entenda

Os investigadores da ONU descobriram que determinadas milícias armadas filiadas ao governo foram consentidas a estuprar e raptar mulheres e meninas. Além de disso, também podem saquear propriedades, como forma de pagamento.

O relatório denuncia casos de pais que foram obrigados a ver o abuso sexual cometido contra seus filhos. Uma mulher detalhou aos investigadores que foi estuprada por cinco soldados na frente de seus filhos. Em outro caso, diz o relatório, soldados discutiram se deveriam estuprar uma menina de seis anos. Diante do impasse, resolveram, então, matá-la.

Assassinatos em massa

O documento traz ainda relatos envolvendo civis suspeitos de apoiar os crimes, incluindo crianças e deficientes, que teriam sido queimados vivos, sufocados em containeres e enforcados em árvores.

“A escala e o tipo de violência sexual – cometidas principalmente pelas forças governamentais e milícias filiadas – são descritas com detalhes terríveis e devastadores, como a atitude, quase casual, mas calculada, daqueles que massacraram civis e destruíram propriedades e meios de subsistência”, apontou al-Hussein.

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *