Veto de Dilma a reajuste do Judiciário é mantido pelo Congresso

O governo finalmente conseguiu resolver no Congresso Nacional, nesta terça-feira (17), um dos principais itens da chamada “pauta-bomba” do Legislativo: o veto ao reajuste médio de 59,9% aos servidores do judiciário. A medida, se aprovada, geraria gastos de, no mínimo, R$36 milhões aos cofres públicos até 2019.

A presidente Dilma o vetou em julho a proposta, justificando os gastos neste momento de crise. No entanto, desde então o Congresso ameaçava derrubar essa decisão.

Vale lembrar, contudo, que o resultado, apesar de positivo para o governo em termos de gestão, foi apertado e simboliza a falta de apoio ao governo no Congresso.

Entenda

Apoiaram a derrubada do veto 251 deputados, apenas seis a menos do que o mínimo necessário, que era de 257. Pela manutenção da decisão de Dilma, votaram apenas 132 deputados. Houve 11 abstenções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.