Pesquisador de segurança envia tweet durante um voo e é preso pelo FBI

Viajando a bordo de um Boeing da United Airlines, o pesquisador de segurança Chris Roberts percebeu que poderia assumir o controle dos sistemas de alerta da aeronave, como temperatura dos motores, nível de combustível, pressão do óleo, etc.

Divertindo-se com a situação, ele publicou um tweet durante o voo que não agradou a companhia aérea. O tweet dizia que « ele poderia fazer cair as máscaras de oxigênio a qualquer momento ».

Assim que o avião pousou, Chris Roberts foi preso e interrogado, por mais de quatro horas, pela Polícia Federal dos Estados Unidos, o FBI, que confiscou o seu iPad, MacBook e outros dispositivos eletrônicos de sua propriedade.

Poucos dias depois, o pesquisador de segurança foi proibido de embarcar em um outro vôo da mesma companhia aérea com destino a São Francisco, California.

Os representantes da United Airlines disseram que o motivo dessa decisão seria comunicado por carta em duas semanas.

Em sua defesa, a United Airlines alegou: “Temos certeza de que nossos sistemas de controle de vôo não podem ser acessados através de técnica que [Roberts] descreveu ».

O Sr. Roberts é o fundador da empresa de segurança cibernética, One World Labs, especializada em detectar vulnerabilidades em sistemas informáticos e alertar as empresas para evitar qualquer exploração por criminosos.

O pesquisador conseguiu embarcar em um voo da companhia Southwest e chegar a tempo de participar da conferência de segurança”RSA”.

O problema foi levado aos tribunais e  aguarda decisão da Justiça norteamericana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • 07/05/2015 a 02:16
    Permalink

    Pelo pouco que conheço sobre aviões gostaria de salientar que não confio em aparelhos totalmente computadorizado pois as novas aeronaves da Air Bus usam sistema flay bye ware com manches eletronicos tipo joistick que se ficarem sem energia a bordo o avião cai portanto o sistema boing hidraulico/eletrico é muito mais seguro
    Portanto acredito que alguem experiente em informatica pode acessar seus computadores de bordo tbm!!!

    Responder

Pierre Pichoff

Escritor, colabora para diversos veículos de comunicação no Brasil, como O Estado do Maranhão e o Matheus Leitão News.