Papa celebra sua última missa em Quito e repete necessidade de união entre as pessoas

Em seu último dia no Equador (7/7), o Papa Francisco celebrou missa campal em Quito. Antes da celebração, no entanto, alguns manisfestantes insatisfeitos com o governo fizeram protestos. E o Pontífice, mais uma vez,  aproveitou para pedir o diálago no país e a inclusão em todos os níveis.

Francisco também falou sobre questões sociais, as injustiças e conflitos globais que vêm ocorrendo nestes últimos tempos. Ele destacou a necessidade das famílias de diálogo e união entre as famílias. 

O Papa mencionou também seu desejo em evangelizar a América Latina, curar feridas e construir pontes entre as pessoas.

“A evangelização deve se ater em atrair os afastados com testemunho, a aproximar pessoas que se encontram longe de Deus e da igreja, como também daquelas que têm medo e são indiferentes, para lhes dizer ‘o senhor também te chama para seres parte do seu povo, e faz com grande respeito e amor’”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Brasil News

Redação Brasil News

Principais noticias politicas e economicas do Brasil, com analises de uma equipe de jornalistas e escritores independentes.