Rinoceronte branco morre na República Tcheca; espécie está em extinção

O rinoceronte branco fêmea chamada Nabibe, do zoológico de Dvur Kralove, na República Tcheca, morreu na última segunda-feira (27). Agora, restam apenas mais quatro animais da espécie em todo o mundo. Entre eles, inclusive, uma fêmea “idosa”, chamada Nola, que vive em San Diego, nos Estados Unidos.

“É uma perda difícil de descrever”, resumiu, em nota, o diretor do jardim zoológico, Premysl Rabas.

O animal morreu após uma série de rupturas de um cisto. Nascido em Dvur Kralove em 15 de Novembro de 1983, Nabire vinha sofrendo de graves problemas de saúde nos últimos anos, de acordo com o comunicado.

O número desses herbívoros diminuiu devido à caça furtiva, por causa das virtudes afrodisíacas atribuídas ao seu chifre, altamente cobiçado em receitas asiáticas.

“A morte de Nabire simboliza um declínio catastrófico no número de rinocerontes devido a uma ganância humana delirante. Mais uma vez, essa abordagem leva uma espécie animal à total extinção”, lamentou Rabas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carla Machado

Carla Machado

Jornalista com experiência em assessoria de imprensa, onde trabalhou na produção de conteúdo interno e externo e no atendimento à imprensa, e em jornal, revista e site, nos quais foi repórter. No dia 22 de maio de 2014, recebeu o prêmio Paulo Octavio de Jornalismo, pela categoria Melhor Série de Reportagem, com a série #Brasíliaquerandar, do Jornal de Brasília.